Páginas

24.10.12

Admirável Mundo Novo


-------------------------------------
"Huxley profetizou em Admirável Mundo Novo, uma civilização de excessiva ordem onde todos os homens eram controlados desde a geração por um sistema que aliava controle genético (predestinação) a condicionamento mental, o que os tornava dominados pelo sistema em prol de uma aparente harmonia na sociedade. Não havia espaço para questionamentos ou dúvidas, nem para os conflitos, pois até os desejos e ansiedades eram controlados quimicamente pelo "Soma", sempre no sentido de preservar a ordem dominante. A liberdade de escolha estava restrita a poucas matérias da vida. As castas superiores eram decantadas em "betas", "alfas" e "alfas-mais" e se originavam de óvulos biologicamente superiores, fertilizados por esperma biologicamente superior, recebendo o melhor tratamento pré-natal possível. Já as castas inferiores, bem mais numerosas, recebiam um tratamento diferenciado: provinham de óvulos inferiores, fertilizados por esperma inferior, passavam por um processo denominado Bokanovsky (noventa e seis gêmeos idênticos retirados de um só ovo) e eram "tratados prénatalmente, com álcool e outros venenos proteínicos."
------------------------------------
Biologia é uma das áreas que está em minha mente, mas nem por isso tenho o costume de ler livros a respeito, ou, não tinha. Ano passado tive que ler “Admirável Mundo Novo”, achei que seria mais um livro chato escolhido pelo professor para nos infernizar, mas não. Peguei gosto pela leitura e amei o livro, que se trata de um romance cientifico (mistura de duas coisas que amo). Na verdade o livro é uma espécie de ficção, pelo menos era quando foi escrito em 1931. Hoje já podemos ver muito do que Huxley imaginou.
 O que foi previsto que já aconteceu?
  • "Clonagem de Seres Vivos: Ou o chamado processo Bokanovsky, como é retratado no livro. A clonagem já é feita em animais para melhorar a produção animal, por exemplo. A clonagem já é real, mas ainda não é feita clonagem humana, não por causa dos avanços científicos, pois isso já é possível, mas por causa das autoridades detentoras do politicamente correto (as entidades religiosas, principalmente), que impedem que tipos de experiências sejam feitas. Mas ainda não vai demorar muito para que um cientista possa mostrar um ser humano clonado e será demonstrado na mídia. Diria que será o Galileu Galilei dos tempos modernos.
  • Drogas e Entorpecentes: São outro ponto predominante da obra, onde o povo é "obrigado" a tomar uma droga conhecida como soma, uma droga que mexe com a personalidade e com o consciente do indivíduo. A pessoa perde completamente a noção de quem ela realmente é ao invés disso, permite ser orientada por lavagens cerebrais hipnopédicas (termo usado no livro) e prazeres da carne, para garantir a satisfação. Portanto, hoje, as drogas e entorpecentes são proibidas e ilícitas, mas há correntes para legalização das drogas, não somente para quem quer usar as drogas, mas há correntes no poder que vêem isso como ponto vantajoso. Mas a aqui discutida, não é a segurança pública. É o controle, o poder. As drogas, como é dito no livro, vão ser a principal fonte de controle absoluto de toda a população.
  • Educação e Manipulação: Com avanços tecnológicos, a cena clássica do aluno pegar o caderno na sala de aula e olhar atentamente para a professora explicando matérias no quadro-negro se tornará coisa do passado, o que aliás, isso já está se tornando. Estão prevendo até mesmo o fim da profissão de professor, onde todos serão autodidatas. Mas como no futuro, previsto por Aldous Huxley, o conceito de família será inexistente e até mesmo ar, como eles vão aprender alguma coisa? Quem irá dar educação moral? Claro que será o governo. Mas de uma forma peculiar. Através de um método que nós conhecemos como lavagem cerebral. Uma sequência de repetidas frases bombardeando o inconsciente da pessoa, o que seria uma forma de manipulação. E isso existe nos dias de hoje? Sim e não. Ainda vemos aquela cena clássica cena da sala de aula, mas somos o tempo todo tendo nosso inconsciente bombardeado pela mídia, o que influencia sutilmente na nossa formação moral. Outro item interessante notar, é que a História foi manipulada, o que queremos ou não já é manipulada e faz que acreditemos que muitos fatos históricos ocorreram, o que na verdade, é uma mentira.
  • Aborto, Questão de Estabilidade Social: Repetindo a clássica frase de Mustafá Mond, que não há civilização sem estabilidade social, como consenquência dos itens anteriores é inevitável não pensar nesse assunto.Como homens e mulheres nascerão em sua maioria neutros (inférteis), é possível haver uma pequena porcentagem de mulheres férteis que são submetidos a exercícios e substâncias anti-concepcionais. E no caso de gravidez, é só ir a uma clínica de aborto e fazer a operação. Tudo em nome da estabilidade social. Atualmente é proibido e muitas mulheres recorrem a isso clandestinamente, por não estarem pronta para assumir a responsabilidade como mãe.
  • Medicina Preventiva: A medicina está deixando aos poucos de ser emergencial e caminhando apenas para preventiva. Controlado por drogas e entorpecentes manipuladoras, estas mesmas drogas ajudam a pessoa a manter seu corpo saudável. Isso já está se tornando cada vez mais no nosso dia-a-dia, e no futuro, os leitos de emergências ficarão menos movimentados, ficando reservados apenas para acidentes ou doenças comuns em idosos. As pessoas viverão mais, ao contrário no que fora dito no livro. Mas quando há uma presença onipresente e onisciente das drogas e entorpecentes, como o soma, pode ser que isso seja válido.
  • Avanços Tecnológicos: Na época em que o livro foi publicado, era até inconcebível um telefone celular e internet. Mas por outro lado, já era concebível a ideia de um aparelho voador pessoal, como acontecem com carros e motocicletas. Imaginação que foi fonte de muitos filmes futuristas e contos do mesmo gênero. O mesmo Huxley previu o cinema 3D, que fora implantado há pouco tempo e retorna com força no ano passado. Fora outros avanços tecnológicos,em que é possível imaginar o uso de aparelhos semelhantes aos iPads,onde os personagens faziam suas anotações."

  • Ufa! Quanta informação! Mas o principal não está ai. No livro Huxley previu que a família deixaria de existir, o que foi chocante para as pessoas e principalmente para as religiões.
     Sei que ler romances, mistérios, auto ajuda, muitas vezes pode ser melhor do que um livro com imaginações sobre o futuro, mas nesse caso vale a pena. E contribui muito para nossos estudos biológicos e em nosso currículo de leitura já que o livro já foi cobrado em vestibulares.
    Fica a dica!

    0 comentários:

    Postar um comentário