Páginas

28.11.12

Até Nunca Mais

Existem certas palavras ditas em um momento de raiva que ficam marcadas para sempre, fazem profundas feridas e nos arrancam um mar de lágrimas. Umas das ultimas coisas que você me disse foi que eu precisava me curar. Mas meu bem, me desculpe, quando a gente se vicia em droga, não tem cura! Isso mesmo, me viciei em você, por um tempo eu sofri com sua mudança. Você não cantava mais para mim antes que eu pegasse no sono, os "eu te amo" que saltavam de sua boca eram tão assustadoramente comuns, como se aquelas palavras fossem ditas por obrigação, costume, não porque você realmente me amava.

Você me disse coisas que eu sei que não perdoarei nunca, mas eu também falei. Confesso que minhas palavras foram pesadas, mas havia uma enorme diferença naquele momento entre eu e você. Eu mentia e você dizia a verdade. Ou, a sua verdade. Quando alguém muda, dói, e doeu em mim, mas eu fingia que não, e por isso você me culpava por seus atos. Não via que fiquei ali o tempo todo, abandonei quase tudo por um amor sem futuro. Estava cega, e tudo o que recebi foi um "Adeus".

Hoje, depois de muito tempo, minha vida está totalmente diferente. Obrigada ta? Depois daquilo eu finalmente me encontrei! Á males que vem para o bem, e aquele foi um desses. Você se foi, e levou consigo aquela menina triste, que abaixava a a cabeça pra tudo e quase nunca sorria. Em seu lugar, nasceu uma menina doce, que ama a vida, que ama viver!

Aquelas palavras doeram, é verdade. Sofri por duas semanas ou mais. Chorei tanto que as pessoas ao meu redor se assustaram, e aquele escândalo todo foi por simplesmente ter ouvido seu nome. Mas elas também me ajudaram, segui seu conselho. Procurei minha cura, e a encontrei. Agora entendo o que dizem. Quem luta e corre atrás se livra do vicio. E eu, meu querido, me livrei de você. Não sou mais dependente de droga. E agora, quem diz adeus sou eu!





10 comentários:

  1. Adoro aq!! Mas pq vc nao escreve o blog sozinha ana?? O blog tem muito mais a sua cara e eu nunca gosto dos posts da Isabel...

    ResponderExcluir
  2. Nossa eu adorei o post gata. Muitas garotas devem se identificar com o texto. Vc escreve mt bem. Continua assim!
    bj grande gata
    lovingmay.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigada! É devem sim, afinal, nossos dramas de adolescentes são quase sempre os mesmos, não é verdade? Beijo!

      Excluir
  3. Adorei o post, muito bom o texto.
    Vi seu blog no grupo dos blogueiros e vim isitar, retribui?
    Beijinhoos :*

    havedreaams.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada! Claro Jú, pode deixar, visito sim! Beijos C:

      Excluir
  4. Ual Ana Eliza ! adorei o texto, verdadeiramente lindo, vejo sua liberdade expressa em cada linha desse texto, meus parabéns.

    Visite meu cantinho e espero que goste. :)
    http://lyusomah.blogspot.com.br/

    bjos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Lyu, tudo bem? Muito obrigada, e sim, estou libertada!

      Visitei e amei, seu fundo é muito bonito, amo livros e um de meus autores preferidos tem destaque no seu blog, adorei! Beijos!

      Excluir
  5. Vi muito de mim quando mais nova, mas é bom saber que toda droga gera vício e vício não se cura, mas tem tratamento que tem que durar pra vida toda.
    Porém se tratar não é difícil, junto dos cacos quebrados do nosso coração vem a experiência e o amadurecimento.
    Amei seu post e já estou seguindo.

    Passa no meu blog, adoraria sua visita.
    Caso goste do conteúdo, considere seguir.
    Bjus...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Micaelly! Acho que amadurecimento foi o que mais ganhei, e por isso, valeu muito a pena. No inicio dói, mas depois, a gente percebe que a dor trouxe uma coisa melhor!

      Beijos!

      Excluir