Páginas

2.1.13

Sentimentos Presos

Pronto, guardei todas as lembranças que tinha em uma caixa preta em cima do guarda roupas, que é pra que eu tenha dificuldade em pegar. As suas fotos, nossas montagens, os emails, as músicas, aquele caderno com uma carta por dia e até mesmo os textos. Resolvi que não adianta me lamentar. A razão é você. E isso é tão contraditório, pois ao mesmo tempo que esbanjo sorrisos, derramo também lágrimas por ter acabado. O vento levou tudo o que eu guardava de mais precioso de você, anda tentando levar, até mesmo, sua voz da minha mente.

Te pedi tantas vezes para esquecer o que os outros pensavam, estava tudo tão claro em minha mente e agora me sinto revirada, como um pedaço de papel amassado que foi jogado fora depois de um texto que não deu certo, mas afinal, é isso que sou. Uma parte pequena de sua vida que foi esquecida, apagada de sua historia, como se nunca houvesse existido. A parte imperfeita que não deu certo.

Você sumiu sem dar explicações e eu não soube como ou onde procurar. Não se importou com meus sentimentos. Sua imagem anda aparecendo em meus pensamentos o tempo todo e não preciso lembra-lo de que seu rosto ainda tortura minhas noites de sono, como se fosse fácil pensar em você sem chorar. Mas fiz uma promessa, jurei que não derramaria mais lágrimas, então por favor, deixe que seu lindo rosto fique preso na caixa preta e não o permita aparecer para assombrar meus sonhos. Dói de mais te ver e saber que não o tenho mais.

Prometemos amor até o mundo acabar e, veja só, acabou antes do fim. E é por isso que resolvi que não serão apenas lembranças, meus sentimentos também ficarão presos naquela caixa. Fique lá dentro e quando a saudade apertar eu reviro as memórias, mas me prometa que assim como resolveu sair da minha vida sairá também do meu coração. E eu prometo que chegará um ponto em que você não irá  mais se lembrar e mim. Que a nostalgia demore a vir e que a cada dia você esqueça um detalhe sobre mim. Que assim como guardei as memórias você se guarde mim. E fica combinado assim: sentimentos e lembranças presos. Nossa história acaba, fica estagnada no tempo, guardada em uma caixa pertencente ao passado, como se nunca tivesse existido.



6 comentários:

  1. Incrível o modo como parece que você lê minha mente. Amei!

    ResponderExcluir
  2. Parabéns pelo texto Ana, ta lindo! O final ficou tão perfeito: "E fica combinado assim: sentimentos e lembranças presos. Nossa história acaba, fica estagnada no tempo, guardada em uma caixa pertencente ao passado, como se nunca tivesse existido."

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigada Livia, fico feliz que tenha gostado!

      Excluir
  3. Concordo com a Livia, o final ficou lindo! Quero mais textos!!!
    Beijos :D

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada! :D Pode esperar que vão ter mais sim.

      Beijos!

      Excluir