Páginas

2.2.13

Eu Não Sei te Esquecer

Eu sabia que a saudade poderia vir a qualquer momento, afinal, ela é assim mesmo, chega de repente, sem avisar e fica alojada dentro de nós. Mas demorou, demorou e muito pra que ela viesse. Eu te imaginava, te sentia, mas não chegava a doer como doeu na noite passada. Eu até pensei em te ligar, te cobrar a amizade prometida  e o sentimento eterno, mas isso não amenizaria a dose alta da dor, não secaria minhas lágrimas e seria clichê demais te dizer apenas "eu sinto sua falta", porque é mais que isso.

Imagino todos os dias como seria se você estivesse ao meu lado, como seria se eu pudesse deitar no seu colo e contar a trajetória dos longos dias que estou tendo. Qual seria sua reação se me visse hoje? Você ainda me esperaria dormir toda noite? Ainda me acordaria no meio da madruga pra dizer bom dia? Eu sempre penso, vivo, e até falo sozinha, as vezes, até acho que enlouqueci, porque só pode ser loucura esperar que o vento responda. Eu chorei sozinha sua ausência  eu sofri a dor mais forte que existe, a dor da perda, a dor do amor, a dor de se imaginar ao lado de quem se ama.

Foram falsos e breves instantes em que eu me imaginava com você, e precisei de tantos tropeços pra entender que amor não é dessas coisas que a gente simplesmente apaga da memória. É mais, bem mais... Eu sempre tive o costume de bloquear aquilo de que eu não queria me lembrar, e tinha sucesso até você ser o alvo de meus pensamentos. Até eu saber que não conseguia porque, de fato, não queria te esquecer. Mas ainda tem o problema do seu pedido, e eu preciso esclarecer algumas coisas.

Você me pediu pra te esquecer, pra apagar dois anos como se fossem um segundo, pediu também pra que nós nos mantivéssemos distantes, como se fosse possível haver distancia maior do que a que nós estávamos acostumados.  Mas agora eu te pergunto, se fosse ao contrário, você conseguiria? Você deletaria todos os bons momentos? Se sua resposta for sim então não era amor, não é amor. Mas quem sou eu pra falar desse sentimento?

Já ouviu falar que os sentimentos não desaparecem se forem verdadeiros? Eles simplesmente se transformam! O caso é que esse amor anda demorando demais pra virar apenas carinho. Foi algo intenso, que pertence somente a nós dois, e por isso é tão difícil de esquecer. Eu te afirmo que não deixei de te amar e todas as vezes em que tentei o sentimento reacendeu. Eu não sei o porquê, mas ainda sinto que não acabou. Então não me peça que te esqueça, não nessa vida. Acho que é isso que eu teria te dito na noite passada. Eu não sei te esquecer, mas o problema é que não quero aprender.

2 comentários:

  1. Adorei tudo por aqui, e já estou seguindo, visita o meu e se gostar siga tb tá !! bjss
    http://www.mahmaquiagens.blogspot.com.br/

    ♥*´¨)*
    ¸.•*¸.•*´¨).•*¨)
    (¸.•´*(¸.•´*(.¸. • By Mah Dantas

    ResponderExcluir
  2. Lindo texto, amei, tu escreve muito bem! Adoro quando encontro blogs em que me identifico, e amei demais o seu.

    beijos, bc-fotografando.blogspot.com.br (Espero sua visitinha)

    ResponderExcluir