Páginas

1.7.14

O Eterno Clichê do Amor

Vi esse quadrinho esses dias e me senti a menina que está com o coração partido, acho essa história tão clichê e já foi contada tantas vezes, mas é quase sempre isso o que acontece com a maioria de nós. Verdade ou mentira? Nós temos aquela pessoa que nos deixa cega de "amor", e aí, de uma hora pra outra, esse alguém some e parte nosso coração. Nos fechamos do mundo, nos trancamos e guardamos nosso coração não para alguém que o mereça, mas para que não venhamos a sofrer de novo, porém, como não somos donos do destino nem nada que interfira na ordem natural das coisas, não conseguimos evitar o fato de que um outro alguém venha a aparecer. Ta, eu sei, no começo é difícil, nós desconfiamos de todas as intenções, achamos que cada palavra dita é mentira, ou, uma das famosas cantadas baratas, só que sabe, existem pessoa boas por ai, não é só porque um idiota partiu seu coração que todos os outro necessariamente irão fazer o mesmo. Da medo, surgem borboletas gigantes no estômago, mas se for pra acontecer de novo vai acontecer. Não é que você vai sair por ai entregando seus sentimentos a qualquer um, mas vai aparecer alguém, não importa a hora, dia, mês ou o tempo que demorar, pode ser pouco ou muito, mas acredito que cada um tem seu par no mundo. Eu já vi essa história, na verdade a vivi, e não me arrependo de ter abandonado o medo para viver um novo amor, eu sofri muito até encontrar o cara que, ao meu ver, parece perfeito, então posso concluir que esse ciclo nunca terá fim, ainda mais na adolescência. Clichê, eu não disse? E talvez essa seja a palavra que melhor defina o amor.
PS: Tentei encontrar o nome do autor dos desenhos, mas não consegui, se alguém ai souber me avisa, ok? 


0 comentários:

Postar um comentário